Secretário de Saúde confirma que 21 grávidas se vacinaram com AstraZeneca em Salvador; gestantes devem procurar SMS

0
33

O secretário de Saúde Leo Prates anunciou hoje (11) que 21 gestantes de Salvador receberam o imunizante AstraZeneca. Nesta segunda-feira (10), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do uso desse imunizante (AstraZeneca/Fiocruz) em gestantes. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a CoronaVac e a vacina da Pfizer.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, a aplicação foi feita no dia 07 de maio, portanto anterior à notificação da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendendo a aplicação da fabricante para este grupo.

“Para que exista um acompanhamento mais rigoroso dos casos, a SMS orienta que as gestantes que receberam outro imunizante, que não Pfizer, devem procurar de imediato a Secretaria e relatar os sintomas adversos através do site reacoesadversascovid.saude.salvador.ba.gov.br/ “, explicou o gestor.

“Vale salientar que para evitar ocorrido similar, a Secretaria Municipal da Saúde esclarece que as gestantes têm hoje pontos exclusivos de vacinação em Salvador apenas com aplicação do imunizante Pfizer”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui